Prefeitura de Sobradinho adere ao Programa Cidade Empreendedora do Sebrae, com ações de promoção ao desenvolvimento econômico local

Visando apoiar o ambiente de negócios do município de Sobradinho a atravessar de forma segura a pandemia do novo coronavírus, a gestão municipal firmou mais uma parceria com o Sebrae e aderiu ao Programa Cidade Empreendedora.

O programa que prevê engajamento por parte da gestão pública e das lideranças locais na melhoria do ambiente empreendedor, chega em Sobradinho como um aliado no incentivo à promoção de políticas públicas que beneficiem as pequenas empresas e contribuam para o desenvolvimento econômico local.

“A implementação do programa foi de responsabilidade de um Comitê Gestor coordenado pela Sala do Empreendedor Municipal, e composto também por representantes das secretarias municipais de Educação, Fazenda, Assistência e Desenvolvimento Social, Agricultura e com a CDL. Esse comitê foi o responsável pela construção do Plano Municipal de Desenvolvimento dos Pequenos Negócios (PMD)”, contou a coordenadora da Sala do Empreendedor, Qlianne Martins.

O plano de desenvolvimento de Sobradinho foi dividido em cinco grandes eixos:

1. Educação Empreendedora – com incentivo ao desenvolvimento do comportamento empreendedor e do protagonismo infanto-juvenil;

2. Desburocratização – Simplificar processos, ofertar serviços para ampliar a criação e formalização de novos negócios – Sala do Empreendedor e Rede Simples;

3. Compras Públicas- Utilizar as compras da Prefeitura para criar oportunidades de mercado no campo e na cidade. Compras Estratégicas e Compras da Agricultura Familiar

4. Gestão Municipal – Estimular o comportamento empreendedor também entre os gestores municipais; e

5. Energia – Sensibilizar sobre o uso de fontes alternativas de energia e sustentabilidade.

“Durante a construção do plano, as atenções se voltaram tanto para as necessidades de minimizar as consequências que as medidas restritivas do isolamento social vem trazendo aos negócios locais, como para a preocupação de fortalecer a economia do município, através de seus microempreendedores individuais, de modo que eles possas sair fortalecido desta crise”, concluiu Qliane.

Ascom PMS