Secretaria de Educação realiza Encontro Formativo do Conselho de Alimentação Escolar

Com o objetivo de promover a melhoria da gestão da alimentação escolar, a Prefeitura de Sobradinho, através da Secretaria de Educação, realizou nesta quarta-feira (25) no plenário da Câmara Municipal, o Encontro Formativo do Conselho de Alimentação Escolar – CAE.

O encontro contou com a presença da Secretária de Educação Ducilene Kestering, da presidente do Conselho de Alimentação Escolar Queila Patrícia Alves, da nutricionista Keila Mendes Ferreira, do responsável pela prestação de contas dos programas federais da Secretaria de Educação, Antônio Líbano de Amorim, gestores, coordenadores, professores, estudantes e pais de alunos.

O Conselho de Alimentação Escolar (CAE) é um órgão colegiado de caráter fiscalizador, permanente, deliberativo e de assessoramento. Isso significa dizer que é um órgão que toma decisões em grupo, é independente da Secretaria de Educação (o que garante isenção na análise da execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE), funciona durante todo o ano por tempo indeterminado, tem competência para deliberar sobre a instância final como na elaboração do parecer conclusivo do PNAE , órgão de atribuição deliberativa, e presta assessoramento, fornecendo informações e relatórios acerca do acompanhamento da execução do PNAE.

Durante a abertura do encontro, a Presidente do CAE, Queila Patrícia Alves, elogiou a expressiva participação dos membros e principalmente da comunidade estudantil .

“Participar desse momento é um grande avanço para a gestão democrática do município de Sobradinho, pois vejo transparência na forma como está sendo conduzido o trabalho, desde a listagem dos produtos a serem adquiridos, a análise dos mesmos, até o resultado final. Zelar pela qualidade dos alimentos oferecidos nas escolas para os nossos estudantes, faz parte de uma gestão que preza pelo bem estar e pela qualidade de vida de seus munícipes”, declarou Queila.

O responsável pela prestação de contas dos programas federais da Secretaria de Educação, Antônio Líbano de Amorim, explicou sobre o PNAE e as suas atribuições.

“O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), existente desde 1955, funciona através da transferência de recursos financeiros para os estados e municípios, destinados a suprir parcialmente as necessidades nutricionais dos alunos da rede pública de educação básica e também à implementação de ações de educação alimentar e nutricional nas escolas. Gerenciado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, é considerado um dos maiores programas de alimentação escolar do mundo e o único com atendimento universalizado. Portanto este encontro é muito importante para esclarecer o papel do programa e a sua relevância no dia a dia da comunidade escolar”, esclareceu Líbano.

Durante o evento professores e estudantes tiveram a oportunidade de falar sobre a qualidade da merenda oferecida em sua escola, como foi o caso da estudante do 8º ano, do Colégio Municipal 24 de Fevereiro, Alana Brilhante Souza, que disse estar muito satisfeita com o cardápio.

“Na minha escola sempre oferecem uma merenda diferente. Tem o dia do peixe, que é uma delícia, mas o que mais gosto mesmo é do caldo de macaxeira, pois tudo é feito com muito cuidado e carinho pelas merendeiras. Gosto muito da minha escola e da merenda que nos oferecem”, declarou a estudante.

Ascom PMS