Sobradinho: “A medida é rígida e exige o sacrifício de todos, mas é para proteger vidas”, diz prefeito sobre prorrogação do Lockdown até o próximo domingo (21)

Em reunião que aconteceu na manhã desta quinta-feira (18), o Prefeito de Sobradinho Luiz Vicente Berti, juntamente com o comitê de enfrentamento a pandemia no município e uma comissão composta por representantes dos diversos segmentos da sociedade, decidiu pela prorrogação do Lockdown em Sobradinho, previsto inicialmente para encerrar hoje.

“Estes 3 dias de bloqueio repercutiram positivamente no nosso quadro frente ao novo coronavírus. Sobradinho superou a marca de 50% do índice de isolamento social, e chegou, na última terça-feira, a 61,2%, liderando o ranking das nove cidades baianas que atenderam ao recomendado pelo índice. É preciso que as pessoas entendam que, um dia a menos de pessoas circulando nas ruas, faz toda a diferença. Menos gente circulando, menor risco de contagio. A prorrogação do lockdown é exatamente para ganharmos mais 3 dias de bloqueio total, o que vai impactar muito positivamente no freio ao crescimento de casos no município. A medida é rígida, exige o sacrifício de todos, mas é para proteger vidas, proteger o nosso povo, e para isso todo esforço vale a pena”, explicou o Prefeito Luiz Vicente Berti.

Com a prorrogação, as entradas da cidade permanecerão fechadas, permitindo apenas o acesso de ambulâncias e veículos que transportem pessoas com necessidade comprovada, através de documento, de se deslocar para atividades profissionais, além de transporte de mercadorias essenciais.

Também continua proibida, qualquer atividade econômica formal e informal, incluindo ambulantes e feirantes. Está permitido o funcionamento das farmácias, serviços de saúde de urgência e emergência, lojas de insumos hospitalares, postos de combustíveis, funerárias, distribuidoras de gás e água em sistema de delivery, órgãos públicos encarregados da realização de atividades essenciais, provedores de internet e fornecedores de água, esgoto e energia.

Permanece proibida também, a qualquer hora do dia, a circulação de pessoas na cidade, exceto para realização de alguma necessidade, devidamente comprovada por documento, de atividades ligadas a saúde, e trabalho nos serviços considerados essenciais.

“Precisamos nos unir, ainda mais, para proteger nossa população. Agradeço a colaboração dos comerciantes, profissionais autônomos, trabalhadores e trabalhadoras, em geral, e a toda a comunidade sobradinhense pela compreensão e sacrifício empenhados nesta luta, que é de todos nós. Juntos vamos superar essa pandemia. Peço que permaneça em casa, redobrem os cuidados com a higiene, evitem contato com pessoas”, finalizou o gestor.

Até o momento, Sobradinho registra 104 casos confirmados da infecção, com 8 óbitos e 28 curas clínicas.

Ascom PMS