Secretaria de Saúde antecipa e intensifica vacinação antirrábica no município

A Secretaria de Saúde de Sobradinho, através do Núcleo de Endemias, está intensificando durante o mês de agosto a vacinação antirrábica no município, quando os agentes estão visitando a sede e comunidades, para vacinar cães, gatos e bovinos.

A ação foi motivada após a descoberta de uma vaca infectada com o vírus, o que se deu graças ao trabalho constante de vigilância e monitoramento realizado pela Secretaria de Saúde, em parceria com a Agencia de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB).

Segundo o coordenador do Núcleo de Endemias, Sóstenes Pereira, após a identificação do caso de raiva animal, as equipes agiram rapidamente na contenção da doença através da vacinação.

“Logo que este caso foi identificado, iniciamos uma ação intensificada de vacinação de todos os mamíferos da área. Os agentes de endemias vêm desde então percorrendo as comunidades da sede e interior e, desde o início de agosto já visitamos as localidades de Santo Antônio e da Associação Nova Descoberta, loteamento Paulo Pacheco e nas quadras 1, 2 e 3 da São Francisco, na sede. Na próxima semana a previsão é de visitarmos as casas da Portelinha”, declarou Sostenes Pereira.

A ação da SMS é uma antecipação local da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica realizada anualmente pelo ministério de Saúde e que em 2019 está prevista para acontecer normalmente entre os meses de setembro e outubro.

O médico veterinário da equipe do NASF, Rodrigo Sá, destacou a importância da vacinação antirrábica para os animais e também para os seres humanos.

“Esta vacinação é de extrema importância, pois evita que o animal contraia o vírus da raiva, e também controla a proliferação e a contaminação pela doença de animais e dos seres humanos. A vacina é constituída do vírus inativo que através da vacina, é aplicado na via subcutânea do animal. Infelizmente, o vírus da raiva possui um alto índice de letalidade, não há uma cura nem para o animal, nem para o ser humano, por isso é tão importante à vacinação dos animais. O Ministério da Saúde através das Secretarias de Saúde municipais disponibiliza as vacinas gratuitamente, e o dono do animal não deve se preocupar porque a vacina é segura”, concluiu o Rodrigo Sá.

Ascom PMS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *